VIVACI Guarda já está 70 por cento comercializado
Situado em pleno centro histórico da cidade, o novo centro comercial do Grupo FDO vai gerar cerca de 1.000 postos de trabalho.


2008.04.14

Com abertura prevista para o próximo Outono, o VIVACI Guarda tem já comercializado 70 por cento da sua Área Bruta Locável (ABL), numa fase em que as obras avançam a bom ritmo. O novo centro comercial da Guarda representa um investimento de 33,2 milhões de euros por parte do Grupo FDO, através da FDO Imobiliária, e vai criar 1.000 postos de trabalho directos e indirectos.

Com 90 lojas, o VIVACI Guarda posiciona-se como um importante pólo de desenvolvimento do comércio e da actividade económica da Beira Alta. Situado na Avenida dos Bombeiros Voluntários Egitanenses, o centro comercial acolherá nomes como Worten, Sportzone, DeBorla, Zippy, Pão de Açúcar, Page One, Calzedónia, Intimissimi, Burger Ranch, Queen Mama’s, O Boticário, Perfumaria Barreiros Faria, Vodafone, TMN, Optimus, entre outras marcas de renome internacional. Importa ainda referir a existência de um complexo de cinemas com quatro salas providas de tecnologia ZON LUSOMUNDO, 12 espaços de restauração e um parque de estacionamento coberto.

O VIVACI Guarda tem uma área bruta de construção total (ABC) de 34.143 metros quadrados e uma ABL de 13.706 metros quadrados. A comercialização está cargo da Jones Lang LaSalle, líderes de mercado na área do retail em Portugal e a arquitectura é da responsabilidade da Promontório Arquitectos.

Fundado em 1980, o Grupo FDO tem como principais áreas de negócio os sectores da Construção Civil e Obras Públicas, Promoção Imobiliária, Centros Comerciais, Hotelaria, Serviços e Parques de Estacionamento. O crescimento bem visível reflecte-se na presença além fronteiras, com sucursais em França, Espanha, Angola, Marrocos e Polónia. Em 2007, o Grupo apostou numa marca própria “VIVACI – Centros Comerciais”, para a construção de 10 centros comerciais em Portugal, até 2010.