Vítor Baía é o patrono a norte do TOP Executive
Curso visa o desenvolvimento de competências para a intervenção estratégica no novo contexto de exigência do futebol mundial.


2006.11.07

O internacional português e actual guarda-redes do Futebol Clube do Porto, Vítor Baía, é o patrono do TOP Executive em Gestão e Liderança no Futebol a norte do país. O curso está integrado na Universidade Autónoma de Lisboa (UAL), através da Escola de Gestão e Negócios (EG&N), e tem na comissão de honra o Secretário de Estado do Desporto, Laurentino Dias, o presidente da Federação Portuguesa de Futebol, Gilberto Madaíl, bem como o presidente da direcção da UAL, Eduardo Costa. A escolha de Vítor Baía prende-se com o perfil e o vasto currículo daquele que é considerado um dos melhores guarda-redes de sempre do futebol nacional. Baía é o rosto escolhido para o curso a norte, representando o TOP Executive nas iniciativas e actividades previstas para a edição Porto. Um patrono que será, simultaneamente, aluno na primeira edição do TOP Executive. Numa altura em que o futebol em Portugal e no mundo assume contornos cada vez mais exigentes, o novo curso – que arranca durante este mês de Novembro em Lisboa e em Janeiro no Porto – visa desenvolver competências de gestão e de liderança para a intervenção estratégica em várias áreas. O curso é aberto a profissionais do futebol, executivos, dirigentes e outros profissionais a quem seja reconhecido potencial de evolução no meio. Resposta nacional a preocupações da UEFA Com coordenação executiva de Paulo Sousa – antigo internacional português e treinador nacional – e de Gabriela Moura – docente universitária – o Top Executive tem duração de quatro meses e conta com quatro edições anuais: duas em Lisboa e duas no Porto. Entre os módulos constam “Economia e Direito do Desporto”, “Marketing Estratégico para o Desporto”, “Mudança e Comportamento Organizacional”, “Análise Financeira”, “Gestão Financeira”, “Negociação”, “Liderança para Equipas de Elevado Desempenho”, entre tantos outros. Este novo projecto da UAL reflecte a necessidade sentida por Paulo Sousa na criação de um Top Executive focado no desenvolvimento de competências de gestão, de liderança, comportamentais e de inovação. O curso surge também de uma preocupação expressa no programa da UEFA, que indica como um dos objectivos primordiais a melhoria da performance das associações-membro, em termos de gestão e organização. O Top Executive tem um valor de inscrição de 3900 euros, estando previsto um desconto de 10 por cento para antigos alunos da UAL, dirigentes e representantes das associações e empresas membro da Federação Portuguesa de Futebol, empresários e profissionais cujas empresas estejam filiadas em entidades associadas daquela Federação e profissionais associados ao Sindicato dos Jogadores Profissionais de Futebol.