Vídeo é o suporte mais valorizado pelos clientes do setor automóvel
Concessionários nacionais revelam que a tecnologia da CitNOW veio facilitar o processo de autorização de reparações e a compra de veículos.


2017.06.19

O vídeo é já o suporte mais utilizado e valorizado pelos clientes do setor automóvel. A CitNOW – empresa pioneira no desenvolvimento de tecnologia de vídeo para este setor e que acaba de chegar a Portugal – revela que 75 por cento dos consumidores estuda a opção de compra de um veículo através da consulta de vídeos, antes mesmo de realizar uma visita a um concessionário. Este novo comportamento, aliado ao aparecimento intensivo de smartphones e ao uso da internet, provocou uma mudança na indústria automóvel e um crescimento exponencial do vídeo nos processos de venda, reparação e pós-venda.

Os números da CitNOW mostram que a tecnologia desenvolvida pelo Grupo foi adotada de forma massiva pelo setor, com 91 por cento dos grandes grupos de concessionários de automóveis no Reino Unido a utilizar o suporte. Os números ibéricos são, também, interessantes, destacando-se, neste caso, o facto de, em apenas alguns meses, serem já cerca de 200 concessionários – de marcas como BMW, MINI, Audi, Mercedes, Smart ou Ford – que recorrem à tecnologia da CitNOW para interagir com os seus clientes, para dar a conhecer um veículo ou apenas para explicar os procedimentos realizados durante o processo de revisão.

Tecnologia está presente em mais de 40 países
O facto de permitir que o cliente “aceda” ao concessionário ou à oficina sem ter que se deslocar ao espaço físico faz com que o software da CitNOW seja um êxito internacional. A este nível, refira-se que a tecnologia de vídeo, que está presente em mais de 40 países, já é usada por 97.000 utilizadores e por 35 marcas de automóveis.

Hugo Morgado, country manager da CitNOW em Portugal, revela que “o facto de o software ter sido implementado com grande sucesso num dos mercados mais exigentes do mundo ao nível do setor automóvel, o Reino Unido, demonstra as enormes potencialidades da ferramenta”. Relativamente aos resultados alcançados na Península Ibérica, o responsável confirma que “a CitNOW está muito satisfeita com os números e com o reconhecimento alcançado, e isto em apenas alguns meses". Refira-se que a CitNOW fechou o ano de 2016 com uma faturação de 9,4 milhões de euros e com um crescimento de 65 por cento relativamente ao ano anterior.