TNSJ: Nova criação de Josef Nadj e Otelo são os destaques de janeiro
Programação no arranque do novo ano contempla ainda uma homenagem a “Ribeirinho” e dois espetáculos para público infanto-juvenil.


2018.12.21

Mnémosyne, com assinatura de Josef Nadj, que integra uma exposição de fotografia – de 5 a 25 de janeiro – e a apresentação de uma performance – de 17 a 20 de janeiro –, no Mosteiro de São Bento da Vitória, é um dos vários destaques do mês de janeiro, dos espaços do Teatro Nacional São João (TNSJ). Ainda nos primeiros dias do mês, Otelo, de William Shakespeare, volta a subir ao palco do TNSJ, abrindo a programação do novo ano. Ao “mouro de Veneza” e a Josef Nadj, juntam-se mais três espetáculos: À Espera de Beckett ou Quaquaquaqua, Das Línguas e Alice no País das Maravilhas.

Estreia nacional de espetáculo híbrido
Tendo sido apresentado pela primeira vez na Biennale de la Danse de Lyon 2018, em setembro, Mnémosyne determina o regresso do coreógrafo e artista plástico Josef Nadj aos espaços do TNSJ, depois dos quadros vivos de Les Corbeaux, em 2011, e do teatro artesanal e poético de ATEM le Souffle, coproduzido com a Casa, em 2012. Mnémosyne constrói-se através do cruzamento entre a arte da imagem e as artes cénicas, sendo as rãs os modelos simbólicos deste espetáculo híbrido. A exposição, gratuita, pode ser visitada de segunda a domingo, das 15h00 às 18h00. Já a performance, pode ser vista quinta-feira, às 19h00 e às 21h00; sexta-feira, às 19h00, 21h00 e 23h00; ao sábado, às 17h00, 19h00, 21h00 e 23h00; e ao domingo, às 16h00 e 18h00. O preço do bilhete é de 10 euros.

Otelo regressa ao TNSJ para as suas últimas apresentações
Pela “mão” do encenador Nuno Carinhas, o espetáculo estará novamente em cena, de 5 a 20 de janeiro, levando ao palco do TNSJ o romance entre Otelo e Desdémona e as conspirações ardilosas de Iago que encaminham a trama para um desfecho trágico. Depois de uma temporada de sucesso, o espetáculo pode ser visto à quarta-feira e sábado, às 19h00; à quinta e sexta-feira, às 21h00; e ao domingo, às 16h00. No dia 5 de janeiro, o espetáculo é excecionalmente às 21h00. No dia 9, o TNSJ propõe uma sessão descontraída que inclui também audiodescrição e tradução simultânea em Língua Gestual Portuguesa. Já a 19 de janeiro, há “Carta-Branca” para os mais pequenos para darem largas à criatividade (a inscrição é de 2,50 euros, por criança). O público tem ainda a oportunidade, no dia 11, de participar numa conversa pós- espetáculo com elenco e encenador. O preço dos bilhetes varia entre os 7,50 e os 16 euros.

Homenagem a “Ribeirinho” em peça de Jorge Louraço
Samuel Beckett tem tido uma “presença” assídua na programação dos espaços do TNSJ. Desta feita, o dramaturgo e escritor irlandês surge através da encenação de Jorge Louraço, com o espetáculo À Espera de Beckett ou Quaquaquaqua. Em cena de 9 a 13 de janeiro, no Teatro Carlos Alberto (TeCA), a peça cruza lembranças de personagens de teatro com os factos da história de Portugal, focando-se em particular na figura de Francisco Ribeiro – conhecido como “Ribeirinho”, ator em filmes bem conhecidos, como O Pai Tirano ou O Pátio das Cantigas – que encenou, em 1959, o clássico À Espera de Godot, de Beckett. O espetáculo sobe ao palco de quarta a sexta-feira, às 21h00; e ao sábado, às 16h00. A récita de dia 12 de janeiro tem Carta-Branca para crianças a partir dos quatro anos, com um preço de inscrição de 2,50 euros. Os bilhetes para a peça têm o valor de 10 euros.

Poesia de Regina Guimarães em Das Línguas
Depois do espetáculo Comer a Língua, apresentado no TNSJ em novembro, Catarina Lacerda e Susana Madeira voltam a inspirar-se na poesia lúdica e plástica de Regina Guimarães, levando Das Línguas ao Teatro Carlos Alberto (TeCA). A partir de oito poemas do livro Comer a Língua da autora, o espetáculo assume-se como uma leitura encenada, na qual não faltam a musicalidade de jogos silábicos e métricos, expressões populares e trava-línguas. Em cena de 22 a 26 de janeiro, Das Línguas é apresentado à terça, quinta e sexta-feira, às 15h00 e 21h00; à quarta e quinta-feira, às 11h00 e às 19h00; e ainda ao sábado, às 19h00. Para maiores de 12 anos, o espetáculo tem produção do Teatro do Frio. O bilhete tem o valor de 10 euros.

Clássico infantil para encerrar o primeiro mês de 2019
Alice, a do “País das Maravilhas”, fecha com chave de ouro a programação do mês de janeiro. A reconhecida obra de Lewis Carrol vai estar em cena no TNSJ, de 30 de janeiro a 10 de fevereiro, com encenação de Maria João Luís e Ricardo Neves-Neves. A representação de Alice será feita através de “um coro heterogéneo que, através da palavra falada e cantada” irá assumir variadas formas, ritmos e estados de espírito. Alice no País das Maravilhas estará em cena à quarta-feira e sábado, às 19h00; quinta e sexta-feira às 21h00; e ao domingo, às 16h00. A récita de dia 30 janeiro será às 21h00. No dia 1 de fevereiro está agendada uma conversa pós-espetáculo, enquanto que a iniciativa Carta-Branca para os mais pequenos decorre no dia 2 de fevereiro. No dia 7 de fevereiro, às 15h00, haverá uma sessão para escolas. O preço do bilhete é de 10 euros para adultos e 5 euros para crianças.