“Territórios Dramáticos” propõe atividades para todos os públicos
“Cear e Falar”, “Oficina Play” e “Oficina de Teatro Documental” são as iniciativas paralelas que procuram reforçar os laços com a comunidade.


2018.05.02

A segunda edição de “Territórios Dramáticos” – observatório anual que pretende promover a dramaturgia nacional está prestes a arrancar. Entre 18 e 28 de maio, o encontro organizado pelo Teatro da Didascália, que decorre em Joane, Vila Nova de Famalicão, tem como objetivo o envolvimento ativo do público, fomentando o seu desenvolvimento pessoal e cultural. O programa contempla várias atividades paralelas, entre conversas e oficinas, que decorrem no FAUNA, novo espaço artístico do Teatro da Didascália, no Centro Cultural da Juventude de Joane (CCJJ) e na ACE Famalicão.

Diálogo entre público e artistas “regado” pela gastronomia regional
Após os espetáculos da noite – “Museu da Existência”, no dia 19; “Brisa ou Tufão”, no dia 25; e “Portugal não é um país pequeno”, no dia 26 – irá decorrer uma partilha e confronto de ideias entre o público e os artistas responsáveis pelas criações. Para acompanhar o diálogo, estará presente o vinho verde e iguarias típicas da região das entidades convidadas ou dos territórios convocados pelas peças. “Cear e Falar” – com entrada gratuita - tem como objetivo impulsionar uma simbiose cultural entre a satisfação de admirar a arte e o contacto com o perfil artístico e gastronómico de cada artista.

Envolver e aproximar a comunidade dos 8 aos 80 anos
No dia 19 de maio, entre as 10h00 e as 12h30, na sala de formação do CCJJ, Patrícia Amaral (coordenadora do programa de desenvolvimento de públicos do Teatro da Didascália, zOOm: ver melhor) vai desenvolver uma oficina lúdica de Teatro e Expressão Dramática. Este atelier procura desenvolver as capacidades expressivas e de comunicação, bem como explorar a criatividade e a disponibilidade para o desafio, através de jogos, exercícios e uma boa conversa. A iniciativa é para toda a família e a inscrição tem um preço de cinco euros.

Teatro documental trabalhado com os estudantes e profissionais
Já no dia 27 de maio, André Amálio, da companhia Hotel Europa, coordena a atividade dirigida a estudantes e profissionais do Teatro. A Oficina de Teatro Documental permite que os participantes consigam perceber um pouco melhor como aliar a experiência da criação artística à investigação académica de metodologia historiográfica. O preço do atelier é de 15 euros e acontece na ACE Famalicão.

A inscrição para as oficinas deverá feita através do e-mail patricia@teatrodadidascalia.com ou do número 91 649 16 26. A programação do encontro arranca a 18 de maio, contando com cerca de uma dezena de récitas (num total de cinco espetáculos) durante 10 dias. O preço dos bilhetes, por espetáculo, varia entre os 3 e 4 euros (com desconto para estudantes, maiores de 65 anos e para grupos de 6 ou mais pessoas). As reservas para os espetáculos do “Territórios Dramáticos” podem ser efetuadas através do e-mail rp@teatrodadidascalia.com ou do número 91 276 17 40.