SEA LIFE Porto acolhe competição de fotografia subaquática
Primeira prova inserida no calendário desportivo da Federação Portuguesa de Actividades Subaquáticas decorre entre 4 e 6 de Maio.


2012.05.02

Com o propósito de registar a beleza da vida subaquática e promover a preservação dos oceanos, o SEA LIFE Porto acolhe, entre 4 e 6 de Maio, o “Aquafoto”. Trata-se da primeira prova do calendário desportivo de fotografia subaquática, a disputar por mergulhadores certificados e inscritos na Federação Portuguesa de Actividades Subaquáticas. A iniciativa insere-se na missão de consciencialização social, preservação dos oceanos e protecção dos animais levada a cabo pelo SEA LIFE

A competição decorre no aquário principal e desenrola-se em duas jornadas, com uma duração máxima de 20 minutos cada. Nestas, os fotógrafos inscritos terão de captar as imagens que melhor representem a vida marinha. É a oportunidade para revelar ângulos e perspectivas inesperados dos animais que habitam o aquário principal do SEA LIFE, como a tartaruga verde (que pesa cerca de 70 quilos), o tubarão-lixa, o tubarão-de-pontas-negras-do-recife ou o tubarão-viola. Será mantido o normal funcionamento, pelo que os visitantes podem assistir ao vivo às habilidades dos fotógrafos subaquáticos.

Os participantes devem apresentar apenas três fotografias para consideração do júri. Serão valorizadas questões como a variedade das espécies, a atitude do animal ou a dificuldade de captação da imagem. Os resultados serão conhecidos a 12 de Maio, após reunião do júri, e os prémios – troféus para os três primeiros classificados e para a imagem mais representativa do SEA LIFE Porto – serão entregues no dia 19.

Com 2.200 metros quadrados de área, o SEA LIFE Porto é um espaço de cultura, entretenimento e aprendizagem que rapidamente se tornou num ex-líbris da Invicta. Além de proporcionar a milhares de visitantes uma experiência única de descoberta das maravilhas do mundo marinho, promove a conservação das espécies pela via da consciencialização social e da educação. O peixe-palhaço, o peixe-dragão, o tubarão-de-pontas-negras e a estrela-do-mar são apenas quatro das cerca de 100 diferentes espécies marinhas e de água doce que, actualmente, habitam em cada um dos 31 aquários instalados.