Primeiro-ministro assina investimento de 70 milhões
Investimento na unidade fabril da Qimonda Portugal, em Vila do Conde, permitirá a aposta em novas tecnologias e a criação de 140 novos postos de trabalho até 2009.


2007.03.13

A Qimonda Portugal, a maior fábrica europeia de montagem e teste de produtos de memórias e o segundo maior investimento estrangeiro em Portugal, recebe hoje, terça-feira, às 17h00, a visita do primeiro-ministro, José Sócrates. O encontro visa a assinatura de um contrato de investimento entre o Estado português e a multinacional alemã, no valor de 70 milhões de euros. O acordo hoje formalizado visa a criação de 140 novos postos de trabalho na unidade fabril de Vila do Conde, até Setembro de 2009, bem como o investimento em novas tecnologias e equipamentos de ponta para a produção de circuitos integrados. Relembre-se que a Qimonda Portugal (ex-Infineon Technologies) pertence à multinacional Qimonda AG com sede na Alemanha, produzindo semicondutores, nomeadamente memórias DRAM (chips) para computadores, servidores e outros terminais digitais (leitores de MP3, telemóveis, câmaras fotográficas digitais e consolas de jogos, entre outros). A produção da unidade portuguesa é 100 por cento para exportação, o que a torna o segundo maior exportador português. A nível mundial, a Qimonda AG é a terceira maior empresa do seu sector e é líder na tecnologia trench de baixo consumo.