Previsão do polvo do SEA LIFE: Portugal perde frente à Dinamarca
Depois de ter prenunciado a derrota da selecção nacional frente à equipa da Alemanha, Paulo acredita que Portugal sairá novamente derrotado. Equipa nacional defronta nórdicos amanhã, às 17h00, em Lviv.


2012.06.12

A selecção de Portugal sairá derrotada do confronto com a Dinamarca, na segunda partida que a equipa das quinas realiza no Euro 2012. Esta é a previsão do polvo Paulo e que acaba de ser conhecida no SEA LIFE Porto. Um prenúncio que põe em causa o futuro da equipa liderada por Paulo Bento na competição, após a criatura marinha ter adivinhado, na sua “estreia”, a derrota contra a Alemanha. O encontro decisivo para a equipa portuguesa no campeonato europeu está agendado para amanhã, 13 de Junho, às 17h00, e acontece em Lviv, na Ucrânia.

As capacidades do polvo Paulo fazem, assim, inveja aos pares que se dedicam igualmente a estes lides adivinhatórias, como é o caso da elefante Citta, da Polónia, da vaca alemã Yvonne, do furão Fred ou do porco Funtik, ambos da Ucrânia. Relembre-se que Paulo é primo do polvo Paul, que brilhou no Mundial 2010, e do qual terá herdado as mesmas capacidades. As suas previsões irão manter-se ao longo deste Euro, enquanto acertar os resultados.

Os polvos são uma das criaturas marinhas mais inteligentes, demonstrando habilidades que, por vezes, surpreendem. Recorde-se que Paulo chegou ao SEA LIFE Porto no âmbito da exposição temporária POLVOMANIA! – patente até ao final de 2012 –, que permite conhecer as características destes animais ao pormenor, como o facto de terem três corações e sangue azul.

Com 2.200 metros quadrados de área, o SEA LIFE Porto é um espaço de cultura, entretenimento e aprendizagem que rapidamente se tornou num ex-líbris da Invicta. Além de proporcionar a milhares de visitantes uma experiência única de descoberta das maravilhas do mundo marinho, promove a conservação das espécies pela via da consciencialização social e da educação. O peixe-palhaço, o peixe-dragão, o tubarão-de-pontas-negras e a estrela-do-mar são apenas quatro das cerca de 100 diferentes espécies marinhas e de água doce que, actualmente, habitam em cada um dos 31 aquários instalados.