Leonor Teles participa em encontro lusófono de escrita para cinema e TV
O projeto A Quatro Mãos vai contar com a presença da jovem promessa do cinema português, num painel de debate com mais três autores lusos.


2017.08.25

Chama-se Leonor Teles, nasceu em 1992 e é uma das promessas no cinema português, depois de ter recebido o mais importante prémio na categoria de curtas-metragens, do Festival de Berlim. A convite da Academia Portuguesa de Cinema, a realizadora de curta-metragens de documentário junta-se aos guionistas Gonçalo Galvão Teles, Simão Cayate e André Marques, integrando assim um painel de referência naquela que é a primeira edição do A Quatro Mãos – Encontro de Escrita para Cinema e Televisão em Português –, que se realiza entre 12 e 15 de outubro, em vários espaços de Cascais.

“Escrever Curtas: Mesa Redonda” é o tema que une os quatro autores portugueses de curtas-metragens, numa conversa que se adivinha bastante sugestiva. Com enfoque nos processos de escrita e nos métodos distintos de cada um deles, os autores vão revelar, por exemplo, o que lhes interessa numa boa história e como exploram as ideias que dão origem aos seus trabalhos de curta duração.

A mais jovem autora a receber um “Urso de Ouro”
Leonor Teles é licenciada em cinema pela Escola Superior de Teatro e Cinema, com especialização em Realização e Imagem. Enquanto estudante desenvolveu Rhoma Acans (2013), curta-metragem exibida e premiada numa série de festivais, entre os quais se destacam o Clermont-Ferrand International Film Festival, o Munich International Film Festival e o FICUNAM. Já fora de um registo académico a jovem estreou Balada de um Batráquio (2016) – a curta metragem que aborda o preconceito da sociedade em relação a pessoas de etnia cigana –, que lhe valeu a distinção da mais jovem autora de sempre a receber um “Urso de Ouro”.

O projeto A Quatro Mãos tem produção executiva de Paulo Trancoso e coordenação geral de Patrícia Vasconcelos, que partilha a direção de projeto com Rui Vilhena e Edson Athayde. A primeira edição do evento conta com um programa recheado de palestras, Q&A’s, debates, workshops e uma masterclass, com grandes nomes nacionais e internacionais do audiovisual, como Paulo Morelli, Jô Bilac, James Bonnet ou Valentín Fernández-Tubau. As inscrições já estão abertas e podem ser efetuadas através do site do projeto: http://aquatromaos.pt.