João Viana recebe novo prémio no Festival de Berlim
Realizador recebeu também uma menção especial para Melhor Primeiro Filme, por “A Batalha de Tabatô”, que garante exibição em França, Alemanha e Bélgica. Novo prémio dá bolsa para residência artística.


2013.02.20

A passagem de João Viana pelo Festival de Cinema de Berlim revelou-se um sucesso. Após a menção especial na categoria de Melhor Primeiro Filme conferida pelo júri a “A Batalha de Tabatô”, o realizador acaba de receber o DAAD Short Film Award pela curta “Tabatô”. O prémio, atribuído pelo DAAD Artists-In-Berlin Programme, visa reconhecer as curtas que se distingam a nível artístico e visual.

O prémio consiste, além da distinção, numa bolsa para uma residência artística de três meses em Berlim. A primeira presença de João Viana na Berlinale confirmou, assim, o reconhecimento internacional do realizador. A menção de honra recebida pela longa-metragem “A Batalha de Tabatô” inclui também um prémio monetário, que será utilizado para cobrir alguns custos de rodagem do filme.

“Um grande filme sobre a Guiné-Bissau”
“A Batalha de Tabatô” conquistou o júri, que classificou a película como “um grande filme de João Viana sobre a Guiné-Bissau”. A visibilidade proporcionada abriu portas para a exibição da obra em vários países. Até ao momento, a Papaveronoir – produtora fundada pelo realizador – já assinou contratos com distribuidoras de vários países europeus e da América do Norte. Um dos mais importantes festivais de cinema e o primeiro do ano, a Berlinale assume-se como uma importante montra internacional da Sétima Arte, com uma grande influência junto dos players do setor.