João Viana presente com dois filmes no Festival de Cinema de Berlim
Após a curta “Tabatô” estar na corrida para o Urso de Ouro, a primeira longa-metragem do realizador acaba de ser escolhida para o “Forum”. Edição 2013 do festival decorre, desde dia 7, na cidade de Berlim.


2013.01.16

“A Batalha de Tabatô”, primeira longa-metragem de João Viana, acaba de ser selecionada para a secção “Forum" do Festival de Cinema de Berlim. Trata-se do segundo filme da autoria do realizador nacional a ser selecionado para esta edição da Berlinale, depois de “Tabatô” ter sido incluída na competição para o Urso de Ouro de melhor curta. João Viana é o único representante português nas duas categorias.

A secção “Forum” (abreviatura de “Internacional Forum of New Cinema”) apresenta uma grande variedade de registos, dos documentários aos filmes de ficção, atendendo ao experimentalismo e à inovação cinematográfica. Rodado na Guiné-Bissau, “A Batalha de Tabatô” surge a partir da curta “Tabatô”. O filme explora a relação da aldeia que dá nome à película com a música e a situação politica e militar na África subsariana.

Um realizador reconhecido internacionalmente
João Viana trabalha em cinema, nas áreas de argumento, realização e produção. A primeira curta, “A Piscina”, atingiu a marca de 60 presenças em festivais de cinema nos cinco continentes – destacando-se o de Veneza –, tendo sido premiada em Portugal, Espanha, França e Itália. Em 2009 criou a sua própria produtora, a Papaveronoir.