João Viana discute financiamento do cinema português
Realizador recém-galardoado em Berlim transmite a sua perspetiva sobre questão que tem abalado o setor. Sessão está marcada para as 21h30.


2013.03.19

Na próxima sexta-feira, 22 de março, às 21h30, João Viana marca presença numa mesa redonda que discute novas e possíveis formas de financiamento do cinema português. A iniciativa, integrada no ciclo “Novos e Novíssimos”, organizado pelo Espaço Nimas, conta com a participação da realizadora Salomé Lamas e do produtor Luís Urbano.

O financiamento tem estado no centro da discussão no que se refere à produção cinematográfica nacional. João Viana tem uma perspetiva bastante próxima do tema, já que é o autor do documentário “Ó Marquês, anda cá abaixo outra vez!” – que aborda a situação atual do cinema português –, para o qual contou com 19 realizadores nacionais como protagonistas, entre os quais Manuel Mozos e Edgar Pêra.

O realizador é também um caso de sucesso no que se refere ao financiamento das obras cinematográficas, uma vez que os seus mais recentes filmes – a curta “Tabatô” e a longa “A Batalha de Tabatô” –, que contaram com o apoio do Instituto do Cinema e do Audiovisual, arrecadaram dois prémios no Festival de Cinema de Berlim, incluindo uma “Menção Especial para Melhor Primeiro Filme".