IT participa em projeto de radioastronomia nos PALOP
DOPPLER. É este o nome do projeto que visa o desenvolvimento das áreas da astronomia, a observação da terra e de big data.


2018.04.19

DOPPLER – Development of Palop Knowledge in Radioastronomy. É este o novo projeto internacional que resulta de uma parceria entre instituições portuguesas e moçambicanas e que tem como objetivo desenvolver a área da astronomia, a observação da terra e a big data nos PALOP. O Instituto de Telecomunicações (IT) – em cooperação com a Universidade de Aveiro (UA) e outras entidades (nacionais e internacionais) – participa no projeto que acaba de receber um financiamento de 300 mil euros, atribuídos pela fundação Aga Khan, no âmbito da iniciativa “Conhecimento para o Desenvolvimento”. Refira-se que este projeto surge na sequência do ENGAGE SKA, a infraestrutura de investigação e nodo português do Square Kilometre Away (SKA) – o maior radiotelescópio do mundo, cuja ciberplataforma de gestão operacional é da responsabilidade do Instituto de Telecomunicações.

O DOPPLER, liderado por Valério Ribeiro, investigador da Universidade de Aveiro e colaborador do IT, aposta na colaboração entre instituições portuguesas e moçambicanas, particularmente ao nível da formação avançada nas áreas da biodiversidade, da segurança alimentar e da gestão de recursos. O plano de trabalhos deste projeto inclui, ainda, a organização de workshops pedagógicos, a promoção de sinergias com as indústrias, estágios e visitas de equipas entre Portugal e Moçambique, e, também, a organização de demonstrações científicas e tecnológicas em escolas, universidades e indústria. Estas atividades respondem às recomendações da União Europeia e da União Africana, que consideram que a radioastronomia se assume como um motor de desenvolvimento tecnológico e científico com impacto em vários setores.

Da parceria DOPPLER fazem parte, também, a Faculdade de Ciências da Universidade do Porto, a Universidade de Coimbra, a Universidade Eduardo Mondlane (Moçambique) e a Organização Não Governamental Osuwela, também de Moçambique. Esta parceria conta, ainda, com o apoio do Cluster de Competitividade TICE.PT. Mais informações em https://www.it.pt/News/NewsPost/3413.

Fundado há 25 anos, o Instituto de Telecomunicações (IT) é uma organização privada sem fins lucrativos e um dos principais motores de inovação tecnológica do país e de transferência de conhecimento para a indústria. O Instituto conta com polos nas universidades de Lisboa (Técnico), Aveiro, Porto (FEUP), Coimbra, Covilhã e Leiria e, ainda, com cerca de 300 investigadores doutorados.