“Guimarães Marca” promove indústria portuguesa em Macau
IX Fórum e Exposição Internacional de Cooperação Ambiental de Macau assinala arranque da digressão do projeto em contexto internacional


2016.04.01

O projeto “Guimarães Marca” está a promover a indústria vimaranense no mercado asiático, numa parceria com a Associação de Jovens Empresários Portugal-China. O programa de afirmação e promoção do tecido económico e cultural promovido pelo Município de Guimarães está presente no Fórum e Exposição Internacional de Cooperação Ambiental de Macau (MIECF), que decorre até amanhã, sábado, 2 de abril, no Venetian Macao Resort Hotel, em Macau. Desta forma, a indústria de Guimarães figura numa das regiões com os maiores índices de crescimento económico e de vastas oportunidades de negócio, nomeadamente na área ambiental. O know how acumulado do Município vimaranense e das empresas da região, no que toca a gestão ambiental e modelos de negócio assentes em economia verde, representa uma mais valia naquele mercado.

A nona edição do MIECF tem como tema “Green Economy – Opportunities for Waste Management” e reúne líderes do Governo, executivos e especialistas no mercado chinês numa plataforma de promoção de produtos, serviços e soluções de gestão ambiental e promoção da economia verde. O MIECF é organizado pelo governo da região administrativa especial de Macau com o objetivo de gerar negócios na área do ambiente e das tecnologias, entre empresas chinesas (sejam de Macau, sejam da China Continental) e empresas internacionais.

Promovido pela Câmara Municipal de Guimarães e dinamizado pela Divisão de Desenvolvimento Económico do Município, o projeto pretende promover internacionalmente o selo “Guimarães Marca”, ancorando este objetivo no tecido empresarial da região. A iniciativa arrancou no início do mês de março com mais de duas dezenas de associadas, entre as quais se encontram organizações de prestígio, com uma posição de liderança a nível nacional em sectores como o têxtil-lar, calçado, cutelaria, vestuário e cartonagem.