Guimarães 2012 recomendada para receber Prémio Melina Mercouri
Galardão será confirmado em Setembro deste ano e visa reconhecer a qualidade do trabalho preparatório e a convergência com os objectivos. Prémio Melina Mercouri tem valor pecuniário de 1,5 milhões de euros.


2011.05.25

O Painel de Acompanhamento e Monitorização das Cidades Capitais Europeias da Cultura em 2012 acaba de recomendar a entrega do prémio Melina Mercouri, no valor pecuniário de 1,5 milhões de euros, a Guimarães 2012 Capital Europeia da Cultura. A decisão foi tomada com base no acompanhamento efectuado e na apresentação de progresso feito aquando da segunda reunião de acompanhamento, realizada este ano em Bruxelas, a 27 de Abril.

Os membros do painel sublinham o esforço organizativo realizado pela equipa da Guimarães 2012 e os consideráveis avanços verificados no Programa Cultural, em particular o elevado grau de detalhe agora apresentado. A estratégia de envolvimento e de uma procura efectiva de legado pós 2012 foi outro factor que mereceu o destaque positivo da comissão de avaliação.

A recomendação para este galardão – que será confirmado em Setembro deste ano – atesta o cumprimento dos critérios estabelecidos pela Comissão Europeia no que diz respeito à dimensão europeia, ao envolvimento dos cidadãos e ainda à sustentabilidade que advém de se integrar numa estratégia de médio e logo prazo para a cidade.

O Painel de Acompanhamento e Aconselhamento da Capital Europeia da Cultura 2012 é composto por sete elementos, nomeados pela Comissão Europeia, Conselho Europeu, Parlamento Europeu e Comité das Regiões. O projecto Capital Europeia da Cultura foi lançado pelos Estados Membros da então Comunidade Económica Europeia, em 1985, no seguimento de proposta da Ministra Grega da Cultura, Melina Mercouri.
 
Relembre-se que em 2012 Guimarães é Capital Europeia da cultura, acolhendo um grande encontro de criadores e criações — música, cinema, fotografia, artes plásticas, arquitectura, literatura, pensamento, teatro, dança e artes de rua. Vão cruzar-se os produtos artísticos imaginados e gerados pelos seus residentes com os que de toda a Europa afluirão à cidade. Ao longo de um ano, Guimarães será promotora da diversidade cultural que caracteriza a Europa, dando a conhecer as suas manifestações culturais e acolhendo as de outros países.