Edifício Transparente celebra o S. João
Aulas com o primeiro surfista português e demonstração de skaters prometem levar animação à Praia de S. Salvador.


2007.06.20

O Edifício Transparente – situado na frente marítima do Parque da Cidade, no Porto, e que recentemente abriu as portas ao público – assinala, na noite de dia 23 de Junho, o S. João num ambiente intimista. A praia de S. Salvador, junto ao Edifício, vai estar iluminada com tochas que criarão o cenário perfeito para desfrutar da noite mais longa do ano na Invicta. Quem optar por jantar num dos espaços de restauração do Transparente receberá como lembrança um manjerico, simbolizando a ligação do edifício à cidade que o viu renascer. Aulas com o primeiro surfista português Também no dia 23 decorrem várias acções no Edifício Transparente promovidas pela Lightning Bolt. Às 10h00 e às 15h00 decorrerão aulas de surf, na praia de S. Salvador, com alguns dos melhores atletas nacionais, contando ainda com a orientação de João Digo (Surfing Life Club) e de Pedro Lima, o primeiro surfista português. As sessões estão limitadas a 15 participantes e constituem uma boa oportunidade para quem quer aprender os primeiros passos numa modalidade que cativa cada vez mais adeptos. A animação prolongar-se-á durante o dia com demonstrações de skaters. Exposição “História do Surf” Já está patente a exposição “História do Surf”, que apresenta a evolução da modalidade em Portugal e no mundo e os momentos mais marcantes desse percurso. A mostra é constituída por 24 painéis e está complementada por 11 pranchas históricas que pertenceram a atletas profissionais e outras que representam a evolução das melhores “amigas” dos surfistas, em termos de forma e de tamanho. Entre outras curiosidades, a exposição dá a conhecer quem foi o primeiro atleta a aventurar-se numa prancha, qual a primeira prancha industrial criada, apresentando ainda réplicas das primeiras pranchas curtas. Mostra patente até meados de Julho, no hall do Edifício Transparente.