Art on Chairs no top 7 de exposições a visitar na Beijing Design Week
O Art on Chairs foi nomeado para o top 7 das exposições a visitar na BJDW, na China. A exposição foi escolhida entre mais de 300 exposições de 35 países. Mostra termina no próximo dia 3 de outubro.


2014.09.25

O Art on Chairs – evento internacional que promove o design e a criatividade como vectores de inovação na indústria de Paredes – acaba de ser nomeado para o top 7 das exposições a visitar na Beijing Design Week (BJDW), na China. A exposição foi escolhida entre mais de 300 exposições de 35 países, sendo que a abertura oficial no âmbito da BJDW realiza-se amanha, sexta-feira.

Relembre-se que a segunda edição do Art on Chairs marca presença naquela mostra até 3 de outubro. O World Museum acolhe a exposição das 92 peças criadas por designers portugueses no âmbito das várias iniciativas do Art on Chairs deste ano, nomeadamente nas residências More Design More Industry. Destaque-se, ainda, as peças do Cadeira Parede, cadeiras produzidas no âmbito do Duets (2+1) 2012 e 2014 e objetos e artefatos da exposição "Como se pronuncia Design em Português?".

De Paredes está já na China uma delegação de empresários e designers com a missão de promover o mobiliário e o design portugueses naquele que é considerado o maior mercado do mundo. A viagem inclui encontros com distribuidores de mobiliário e designers chineses à recém-criada zona franca de Pequim. Trata-se de uma oportunidade única, tendo em conta que este mercado tem mais de 1.300 milhões potenciais consumidores (dos quais mais de metade já vive nas cidades) e regista um crescimento do PIB entre sete e oito por cento.

A abertura oficial do Art on Chairs acontece em novembro, em Paredes – na Casa da Cultura e Aldeia Agrícola –, com o arranque das exposições Duets (2+1), Experiência de Ser by Paredes, International Design Competition e “Como se pronuncia Design em Português?”. Em Lisboa, a inauguração do Art on Chairs conta com a parceria do MUDE – Museu do Design e da Moda, Coleção Francisco Capelo –, com as exposições “Como se pronuncia Design em Português?” e “Desfrutar o Tejo”, na zona do Cais do Sodré e Largo do Corpo Santo.

Recorde-se que as 800 fábricas de mobiliário de Paredes representam 400 milhões de euros anuais de vendas, metade do volume de negócios de todo o setor em Portugal. Em Paredes, a atividade de fabrico de mobiliário nas empresas existentes no concelho ocupa mais de metade da população ativa.