APLL apresenta projeto que quer tratar a Leucemia e o Linfoma por tu
Série “Lavender” conta a história de vida de dois jovens, um rapaz e uma rapariga, com Linfoma de Hodgkin e Leucemia, respetivamente.


2016.09.12

No âmbito das comemorações do 15º aniversário, e precisamente no mês das Doenças do Sangue, a Associação Portuguesa de Leucemias e Linfomas (APLL) apresenta, no próximo dia 17 de setembro, o projeto “Lavender”, uma série que quer tratar a Leucemia e o Linfoma por tu. Esta série – realizada por Raquel Silva e Rafael Pires, estudantes da Escola Superior de Artes Aplicadas de Castelo Branco, em parceria com a APLL – foi rodada em Lisboa ao longo de 17 dias e conta a história de vida de dois jovens, um rapaz e uma rapariga, com Linfoma de Hodgkin e Leucemia, respetivamente. A apresentação da série será realizada no Porto, durante o jantar de angariação de fundos “À mesa com os Heróis”, que terá lugar no Ceuta Café e Restaurante, às 20h00.

O projeto integra, ainda, a criação de um website, que já se encontra on-line, e onde são disponibilizadas diversas informações sobre o projeto e infografias sobre as doenças, algo muito necessário para os doentes. Do programa das comemorações fazem parte, ainda, a sessão de esclarecimentos “Linfomas, um mito: Diagnóstico e Tratamentos”, agendada para 15 de setembro, às 10h00, e que decorre no Hospital de Braga. Ainda para este dia, está marcada a tertúlia à moda do Porto –“Um olhar sobre o Linfoma” –, que terá lugar, às 21h15, na Quinta da Bonjóia.

Livro “Somos Todos Heróis” publicado em outubro
A celebração do 15º aniversário da APLL prossegue em outubro, mês durante o qual será publicado o livro de testemunhos “Somos Todos Heróis”, obra que reúne um conjunto de mais de 50 testemunhos de pessoas que já passaram pela experiência de enfrentar uma doença maligna do sangue (leucemias, linfomas, mieloma múltiplo e outras). A obra tem como missão encorajar e ancorar a esperança daqueles que enfrentam a mesma experiência.

Ao longo dos últimos quinze anos, a APLL desenvolveu a sua missão, dando apoio aos doentes hemato-oncológicos e aos seus familiares, empenhando-se em campanhas de prevenção e tratamento e, ainda, no acompanhamento personalizado. Com a experiência ganha ao longo da última década e meia, a APLL pretende que se faça mais pela vida daqueles que necessitam de mais força e mais apoio, oferecendo-lhes uma nova esperança para as suas vidas.