ADETURN define prioridades para turismo do Norte do país
Jornada de trabalho visa identificar acções, prioridades e projectos estruturantes para o próximo Quadro de Referência Estratégico Nacional.


2007.09.10

A ADETURN, Associação para o Desenvolvimento do Turismo da Região Norte, reúne amanhã, em Guimarães, com 16 entidades ligadas ao turismo para debater algumas das questões centrais ligadas ao estudo estratégico em função do Plano Estratégico Nacional do Turismo (PENT). Em cima da mesa vão estar as linhas de orientação preparatórias do “Estudo de Marketing do Porto e Norte de Portugal”, de acordo com as directrizes do próximo Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN) para 2007-2013. O encontro, que decorre no Villa Hotel Guimarães, a partir das 10h30, será orientado por Jorge Osório, presidente da ADETURN. Conforme adianta aquele responsável ”esta primeira reunião de definição de prioridades para os próximos oito anos terá como base a estratégia de marketing e identidade da Marca para o Porto e Norte de Portugal até 2015”. Na jornada de trabalho “serão apresentadas à Comissão de Acompanhamento do projecto as linhas de orientação do referido estudo”, revela ainda Jorge Osório. O primeiro trabalho da ADETURN neste campo foi realizado em 2001, então denominado “Estudo de Marketing Estratégico do Destino Porto e Norte de Portugal”, tendo sido este documento a balizar a sua actuação até 2004. Naquele ano, a associação foi certificada oficialmente como Agência Regional de Promoção Turística do Porto e Norte de Portugal, assumindo então a responsabilidade da promoção turística externa. O novo modelo de contratualização e as novas tendências de procura turística do Porto e região Norte obrigam a uma redefinição estratégica por parte das diversas entidades envolvidas. Por isso, quando amanhã a ADETURN reunir em Guimarães com representantes de entidades como o TP (Turismo de Portugal), AEP, Aeroporto Francisco Sá Carneiro, APDL e Regiões de Turismo, entre outras, deverão ser encontrados suportes activos para a configuração de medidas condizentes com o delineado na iniciativa “Operação Norte 2015”.